Como dimensionar ar condicionado + cálculo de BTUs

Como dimensionar ar condicionado

O final de ano está chegando e juntamente com isso teremos o início do verão aqui no Brasil, período marcado pelas altas temperaturas em praticamente todos os estados.

Diante desse cenário, muitas pessoas analisam a possibilidade de comprar um ar condicionado para driblar o forte calor e garantir um ambiente fresquinho e agradável.

Contudo, adquirir esse tipo de equipamento é uma tarefa que exige bastante pesquisa para evitar uma série de problemas, afinal, estamos falando de um investimento considerável, não é mesmo?

Por conta disso, é fundamental entender como dimensionar o ar condicionado corretamente e quais são os pontos de atenção na hora de comprar um novo aparelho para a sua casa, escritório ou comércio.

Quer saber tudo sobre o assunto? Então, continue a leitura, pois falamos sobre os principais modelos de ar condicionado, como escolher e muito mais!

O que são BTUs

Para entender como dimensionar ar condicionado, existe uma sigla muito importante e que deve ser explicada: o BTU.

A sigla BTU vem de British Thermal Unit (Unidade Térmica Britânica) e corresponde à unidade de medida usada para determinar a capacidade do ar condicionado.

Basicamente, o BTU mede a quantidade de energia necessária para diminuir a temperatura de um determinado ambiente.

No momento de pesquisar os principais modelos de ar condicionado, será fundamental calcular os BTUs para averiguar qual é o mais indicado para a sua casa.

Por que dimensionar ar condicionado

Por que fazer dimensionamento do ar condicionado

O dimensionamento de ar condicionado é a melhor forma de garantir que o aparelho será capaz de refrigerar o ambiente de maneira apropriada.

Para ilustrar, dois problemas comuns que podem ocorrer se você não realizar o dimensionamento: comprar um ar condicionado mais potente do que o necessário ou um modelo com potência abaixo da indicada para o seu projeto.

Se você escolher um aparelho com potência abaixo do que é recomendado para o espaço, em resumo, o ar condicionado não conseguirá refrigerar todo o ambiente e, por tabela, você acaba diminuindo ainda mais a temperatura e força o equipamento para conseguir o resultado esperado – medida que também impacta no aumento na conta de luz.

Por outro lado, quando selecionamos um modelo mais potente do que o necessário, a refrigeração será mais intensa do que o normal e a conta de luz também terá um aumento considerável.

Ficou claro por que dimensionar o ar condicionado é tão importante?

É justamente com esse cálculo que podemos encontrar a solução ideal para refrigerar os mais variados ambientes, minimizando os riscos de investir em um equipamento inadequado e que possa nos gerar inúmeras dores de cabeça.

Como calcular a quantidade de BTUs necessários

Agora que entendemos a importância de dimensionar o ar condicionado, podemos abordar os fatores que devem nortear a sua decisão.

O primeiro deles é saber como calcular a quantidade de BTUs necessários para o seu projeto.

Para refrigerar um ambiente, em geral, são necessários entre 600 a 800 BTUs por m². Essa variação se dá pela incidência ou não de sol no ambiente.

Caso o cômodo escolhido não tenha presença constante da luz solar, são indicados 600 BTUs, já os modelos de 800 BTUs são usados em locais onde há incidência de raios solares diariamente.

Porém, não é somente isso que deve ser levado em consideração na hora de selecionar o seu próximo ar condicionado. Você também deve medir o espaço em que o aparelho será instalado.

Ainda está confuso? Abaixo mostramos a fórmula que deve ser usada para esse cálculo e também um vídeo do nosso canal Obra é Compromisso sobre como escolher o ar condicionado correto para a sua casa.

 

 

Cálculo de carga térmica (BTU)

Cálculo de carga térmica

Para calcular a carga térmica, você precisa responder algumas perguntas:

  • Quantas pessoas irão utilizar o espaço?
  • Quantos m² possui o ambiente?
  • Quantos equipamentos eletrônicos existem no ambiente?

Esses 3 fatores influenciam diretamente na potência do ar condicionado, como a fórmula abaixo indica:

Fórmula para o cálculo de carga térmica em ambientes sem incidência de luz solar diária: 600 x NP + 600 x M2 + 600 x NE

Fórmula para o cálculo de carga térmica em ambientes com incidência de luz solar: 800 x NP + 800 x M2 + 600 x NE

NP = número de pessoas

NE = número de eletrônicos

Vamos para um exemplo prático:

Imagine um cômodo que é usado por 2 pessoas, possui 9 m², 2 equipamentos eletrônicos e não há incidência de luz solar. Nesse caso, o cálculo será realizado dessa maneira:

600 x 2 + 600 x 9 + 600 x 2 = 7.800 BTUs.

Ou seja, esse ambiente precisa de um ar condicionado com no mínimo 7.800 BTUs.

Convertendo BTUs para Watts

Os aparelhos de ar-condicionado, geralmente, trazem sua potência em BTUs. No entanto, no Brasil, é mais usual saber a potência em watt. Nesse caso, é importante aprender a converter as duas unidades, veja o nosso passo a passo:

  • Verifique a capacidade de resfriamento em BTU e em Watts que constam na etiqueta ou manual do aparelho de ar-condicionado;
  • Divida o valor em BTU pelo de Watt;
  • Verifique no manual o fator de eficiência do aparelho, definido pelas siglas EER ou COP;
  • Multiplique o BTU pela constante e divida o valor pelo COP;
  • O resultado é a potência elétrica em watts.

Confira no vídeo abaixo como fazer a conversão na prática:

 

 

Como escolher o aparelho ideal

Como escolher ar condicionado

Aprendeu como calcular a quantidade de BTUs para o seu ar condicionado? Então, agora acompanhe as nossas dicas para escolher o equipamento perfeito!

Modelos disponíveis

Uma grande vantagem dos aparelhos de ar condicionado é a variedade de modelos, sendo possível encontrar 4 principais tipos:

Ar condicionado de janela

O ar condicionado de janela é um exemplo de modelo que é fixado na parede, e que conta com evaporador e condensador na mesma peça.

Esse é um dos modelos mais tradicionais e pode ser usado em espaços pequenos, uma vez que apresenta uma instalação simples e um bom custo-benefício.

Ar condicionado Inverter

Já o ar condicionado Inverter é o modelo conhecido por não desligar, pois possui um compressor com funcionamento contínuo e em baixa rotação.

Em outras palavras, ele fica sempre ligado preservando a temperatura do local.

Mesmo com esse particular funcionamento, vale destacar que o modelo Inverter economiza energia elétrica, uma vez que o ato de ligar e desligar o aparelho acaba por consumir ainda mais energia elétrica.

Em média, estima-se uma economia de 40% a 60% quando comparado aos modelos tradicionais.

Ar condicionado portátil

Sinônimo de praticidade, o ar condicionado portátil, como o nome indica, pode ser transportado para os mais variados ambientes – contanto que tenha uma janela para expelir o ar quente através de um tubo.

É importante reforçar que, embora cause mais barulho que outros modelos (devido a presença do evaporador e compressor no mesmo aparelho), o modelo portátil é compacto, não compromete o visual do ambiente e também não exige nenhum tipo de reforma.

Ar condicionado Split

O modelo split é um dos mais buscados no mercado, já que trata-se de um aparelho discreto, eficiente, silencioso e econômico.

Por conta disso, ele é amplamente indicado para residências e comércios, sendo que o fator determinante para escolher o aparelho é o tamanho do ambiente onde ele será instalado.

Em termos de estrutura, o ar condicionado split é composto por duas unidades, sendo uma evaporadora, localizada na parte interna e que é instalada na parede em um espaço com baixa incidência solar e sem a presença de outro equipamento eletrônico; e a condensadora de ar, instalada na área externa.

Confira as melhores opções de ar condicionado disponíveis aqui na Obramax!

Fatores que impactam o consumo de energia elétrica

Como mencionado anteriormente, a potência do ar condicionado (BTUs) afeta o consumo de energia do aparelho.

Ou seja, para não sofrer com o valores elevados na conta de luz, é primordial escolher um modelo apropriado para a sua casa.

Além disso, existem outros fatores que impactam no consumo elétrico do ar condicionado:

  • Quanto mais aparelhos eletrônicos o ambiente tem, maior será dificuldade do ar-condicionado em resfriá-lo, logo, também aumenta o consumo;
  • Alto trânsito de pessoas e/ou frequente abrir e fechar de portas e janelas;
  • Instalação mal feita;
  • Ligar e desligar o aparelho frequentemente, pois gera picos de energia e encarece a conta de luz.

Potências comuns para ar condicionados

  • 7500 BTUs
  • 9000 BTUs
  • 12000 BTUs
  • 18000 BTUs
  • 22000 BTUs
  • 24000 BTUs

Leia também: Como instalar ar-condicionado? Confira dicas e passo a passo

Conclusão

Ao longo deste conteúdo, explicamos melhor como dimensionar ar condicionado e por que essa simples tarefa é fundamental na hora de comprar esse tipo de aparelho.

O dimensionamento, além de auxiliar em uma compra mais assertiva, também contribui para aumentar a vida útil do seu aparelho, pois ele operará dentro das condições ideais de uso.

Sendo assim, se quiser evitar desperdício de dinheiro, usufruir por longos anos do seu ar condicionado e fugir surpresas desagradáveis, não deixe de seguir as nossas dicas!

Ficou interessado em aprender mais? Temos vários conteúdos do tipo aqui no Blog da Obramax, não deixe de conferir.

Para finalizar, aproveite a nossa loja de material de construção para comprar os melhores produtos para a sua reforma!

Autores

  • João Fernandes

    Experiência em 23 anos na área de gestão comercial de diversas categorias de produtos, em empresas renomadas no mercado. Atua na Obramax como líder de produto no departamento de Climatização e Iluminação.

  • Marco Lima

    Jornalista com ampla experiência em Marketing Digital com foco em conteúdo para web. Atua desde 2021 na produção de artigos para o blog da Obramax em conjunto com especialistas técnicos no segmento da Construção Civil.