Cobertura para garagem: veja 8 tipos mais usados e como escolher

Cobertura para garagem

A cobertura para garagem é a solução ideal para quem deseja preservar carros, motos e demais automóveis que são estacionados na área externa do imóvel. Isso porque essa estrutura minimiza os impactos provocados pela exposição às intempéries, como sol e chuva, que podem causar danos severos na pintura e no acabamento dos veículos.

Uma das grandes vantagens da cobertura de garagem é justamente a vasta gama de materiais disponíveis, desde opções mais em conta até modelos mais caros. Ou seja, é perfeitamente possível montar a estrutura com diferentes tipos de orçamentos.

Quer saber qual é a melhor cobertura para garagem e como escolher? Continue a leitura, pois explicamos os principais materiais usados, as suas características e vantagens!

Importância da cobertura para garagem

Importância da cobertura para garagem

Antes de mais nada, é essencial reforçar a importância da cobertura de garagem, afinal, estamos falando de uma estrutura capaz de aumentar a vida útil do seu veículo, diminuindo assim, a desvalorização natural de qualquer tipo de automóvel.

Explicando melhor: quando o carro está sob a cobertura de garagem, ele está protegido de vários fatores, como ventos (que podem derrubar galhos e árvores), pancadas de chuva, poluição e sujeira, dejetos de animais, incidência de luz solar e muitas outras coisas que comprometem a pintura, a lataria e até mesmo componentes internos do veículo.

Leia também: Como escolher piso para garagem externa e interna

Materiais de construção

Como escolher

Agora que sabemos a importância da cobertura, precisamos explicar quais são os critérios usados para escolher esse tipo de estrutura.

Existem 4 pontos que devem ser levados em consideração para um projeto de sucesso, veja:

Medidas do local

Naturalmente, a primeira etapa para escolher cobertura para garagem é tirar as medidas do local.

Com esses números em mãos, torna-se mais fácil delimitar um orçamento e o material mais indicado para a sua cobertura. Além disso, as medidas também influenciam no layout da estrutura.

Clima da região

Outro fator extremamente relevante é o clima da região em que você mora.

Em locais quentes e secos, por exemplo, a dica é investir em coberturas que não aqueçam tanto. Você também pode montar a cobertura mais alta para ajudar a dissipar o calor.

Por outro lado, em regiões com chuva e ventos, o ideal é escolher coberturas mais resistentes e com excelente fixação para evitar que ela “voe” durante uma tempestade.

Orçamento

Não esqueça de analisar o seu orçamento durante a escolha da cobertura para garagem. Como destacamos anteriormente, existem modelos mais em conta e também versões mais caras.

Se você deseja uma cobertura econômica, uma boa opção pode ser a feita de lona. Por outro lado, se o orçamento permitir um investimento mais alto, a de vidro é uma ótima alternativa.

Em outras palavras, pesquise com calma e lembre-se que existem coberturas para vários tipos de orçamentos.

Estilo de fachada

Por fim, o último fator para escolher uma cobertura é o estilo de fachada do seu imóvel.

Isso é muito importante, pois a cobertura fará parte da fachada, sendo assim, você deve combinar esses dois elementos estruturais.

Uma fachada rústica combina muito bem com uma cobertura para garagem de telhas cerâmicas, especialmente se o telhado da casa também tiver uma cobertura semelhante.  Enquanto uma fachada moderna harmoniza melhor com uma cobertura de vidro.

Vantagens da cobertura na garagem

Vantagens da cobertura para garagem

Ficou interessado na cobertura para garagem, mas ainda está indeciso se o investimento vale a pena? Não se preocupe, listamos abaixo as principais vantagens desta estrutura:

  • Proteção contra sol e chuva: já mencionamos no começo, mas vale ressaltar que a cobertura para garagem preserva o seu veículo de intempéries. Os raios solares, por exemplo, podem causar desbotamento da cor; enquanto a chuva pode gerar arranhões e até amassados na lataria, especialmente quando folhas, galhos e outros objetos voam durante uma tempestade. Isso sem contar as chuvas de granizo.
  • Conforto térmico: só quem já entrou em um carro depois dele ficar um longo período exposto ao sol sabe como a sensação térmica é terrível. Com uma garagem coberta, você reduz esse efeito de “forno” dentro do veículo e garante mais conforto na hora de usar o carro.
  • Conservação do carro: não é novidade para ninguém que todo veículo sofre com desvalorização venal com o passar dos anos. Porém, isso pode ser ainda mais acentuado quando ele estiver em um mau estado de conservação. Como falamos no parágrafo das intempéries, a cobertura para garagem é uma excelente maneira de preservar o seu automóvel.
  • Valorização do imóvel: a última vantagem da cobertura não tem a ver necessariamente com a proteção do carro, mas sim com o seu impacto no imóvel. Esse tipo de estrutura valoriza a residência, uma vez que possíveis compradores ou locatários podem priorizar o investimento em imóveis com cobertura.Além disso, quando o projeto é bem feito, ele também agrega valor à fachada do local, tornando-a ainda mais atraente do ponto de vista arquitetônico.

Tipos de cobertura para garagem

Tipos de cobertura para garagem (Foto: Tudo Construção)

Depois de conhecer as principais vantagens, chegou o momento de falarmos sobre o principal assunto: afinal, quais são os melhores tipos de cobertura para garagem?

Essa estrutura pode ser montada de várias formas dependendo do seu orçamento, tamanho do terreno, arquiteto responsável pelo projeto e o estilo do imóvel. Por conta disso, é comum uma certa confusão na hora de escolher o material ideal.

Pensando nisso, para te auxiliar na escolha, separamos abaixo alguns dos modelos de cobertura para garagem mais usados:

1. Policarbonato

Sem dúvidas, a cobertura de policarbonato para garagem é uma das mais usadas. Diferentemente do que algumas pessoas pensam, esse material é muito resistente, leve e versátil, podendo inclusive, ser instalado com outras estruturas de suporte como alumínio e madeira.

Porém, aqui cabe uma ressalva: a cobertura de policarbonato deve ser instalada e vedada corretamente por profissionais especializados, para assim, impedir a manifestação de fungos no material.

Informação importante: é comum a confusão entre o policarbonato e o acrílico, pois são dois materiais transparentes, leves e recorrentemente usados para permitir a entrada de luz natural no terreno. Contudo, o acrílico apresenta uma durabilidade menor, além de ser um material com alta inflamabilidade. Portanto, em termos de segurança, priorize a cobertura de policarbonato em vez da opção de acrílico.

2. Lona

A cobertura de lona para garagem é uma das opções mais baratas do mercado, sendo ideal para quem está com o orçamento mais curto e busca uma solução prática para proteger os veículos.

Esse modelo é comumente usado de forma temporária, principalmente por pessoas que moram em casas ou condomínios alugados, isso porque, a cobertura para garagem de lona quando não usada pode ser desmontada e levada para outro local.

Além disso, as lonas são encontradas em diferentes tamanhos e cores, são resistentes ao calor e também possuem um design que evita o acúmulo de água sob a sua superfície.

3. Telha cerâmica

Assim como o policarbonato, a telha cerâmica também é uma das opções preferidas aqui no Brasil, afinal, muitos lares já contam com esse tipo de material na composição dos telhados.

Em relação às características, podemos destacar a beleza estética que proporciona ao imóvel, boa resistência ao fogo, baixa manutenção, conforto térmico e possibilidade de construção de diversas inclinações de cobertura.

4. Madeira

Se você quer um toque rústico para a decoração do imóvel, a cobertura de madeira para garagem é uma excelente escolha.

Em termos de composição, existem projetos que contam somente com a estrutura do pergolado de madeira com algumas plantas; ou também usam a estrutura de madeira com uma cobertura de vidro ou policarbonato, por exemplo. Ou seja, a madeira é um material versátil e que permite diversas combinações estilosas para o seu projeto.

Informação importante: para evitar problemas com pragas e umidade na cobertura de madeira, é essencial escolher uma madeira de boa qualidade e que esteja devidamente tratada.

5. Metal

Muito comum em estacionamento e comércios, a cobertura metálica está conquistando cada vez mais espaço nos projetos residenciais.

O principal motivo por trás deste sucesso é que o alumínio (um dos materiais mais utilizados para esse tipo de cobertura) é um material barato, resistente, leve e inoxidável. Em geral, esse modelo pode ser usado em fachadas de casas com uma decoração no estilo industrial.

6. Vidro

Entre os materiais destacados aqui, o vidro é o que tem o visual mais elegante, principalmente ao ser utilizado em ambientes externos.

O vidro é composto basicamente por areia derretida e componentes que aumentam a sua resistência mecânica e química contra impactos e intempéries. Por conta disso, o material é mais pesado e exige uma estrutura de apoio reforçada, como aço.

Embora muitas pessoas pensem que o vidro é um material delicado, saiba que neste caso, a cobertura de vidro apresenta maior resistência à abrasão (quando comparado ao policarbonato, por exemplo), além de sofrer menos desgaste por intempéries e por limpeza.

7. Alvenaria

Muitas pessoas optam pela cobertura de alvenaria para garagem, que nada mais é do que uma laje. A alvenaria é um tipo de estrutura que usa pedras, tijolos ou blocos, sendo conhecida pela alta resistência, boa vedação, além da proteção acústica e térmica que confere ao local.

Porém, a questão estética e o trabalho na execução da mesma são pontos de atenção nesse tipo de cobertura para garagem.

8. Retrátil

Por fim, temos uma outra solução bem prática: a cobertura retrátil para garagem. Como o nome indica, ela permite a abertura e fechamento da estrutura de acordo com a sua necessidade.

Dessa forma, você pode abrir a cobertura para garagem em dias de sol ou fechá-las em dias de chuva. Feita sob medida para o seu terreno, a cobertura para garagem retrátil pode ser tanto manual como automática.

Leia também: Veja quais são os principais modelos de telhados para a sua obra

Conclusão

Ao longo deste conteúdo, explicamos melhor quais são os tipos de coberturas para garagem e como escolher entre as variadas opções disponíveis.

Como vimos, além do seu gosto pessoal, é importante também analisar as características do local de instalação, clima da região, orçamento disponível e o estilo de fachada do seu imóvel. Seguindo esses critérios e com um suporte especializado (se necessário) será possível montar uma estrutura eficiente e preservar os seus veículos por muito mais tempo.

Ficou interessado em aprender mais? Temos vários conteúdos do tipo aqui no Blog da Obramax, não deixe de conferir!

Autores

  • Ricardo Cícero

    Com uma ampla carreira no setor de materiais de construção e varejo, se destaca como um estrategista experiente e inovador. Com mais de 20 anos de atuação, liderou diversas mudanças onde atuou. Atualmente, como Gerente de Compras e Produtos na Obramax desde abril de 2016, Ricardo tem sido peça fundamental na construção e consolidação de um novo modelo de negócios de revenda de materiais para construção.

  • Marco Lima

    Jornalista com ampla experiência em Marketing Digital com foco em conteúdo para web. Atua desde 2021 na produção de artigos para o blog da Obramax em conjunto com especialistas técnicos no segmento da Construção Civil.